Ambev inova e lança a Skol Beats Senses



Chega ao mercado esta semana a Skol Beats Senses, uma bebida especialmente desenvolvida para quem busca novidades e novas experiências no universo da noite.  De paladar agradável, suave e refrescante, de acordo com a cervejaria, a Senses é a primeira e única bebida a base de cerveja que pode ser consumida com gelo, o que faz com que seja caracterizada como um líquido ainda mais exclusivo e versátil.


Skol Beats Senses junta-se à Skol Beats e Skol Beats Extreme e, seguindo a linha inovadora do portfólio Skol Beats, traz tanto em seu  líquido como em sua embalagem a atitude e modernidade da linha.


A garrafa tem design moderno de Skol Beats – com corpo em “S” – e cor azul surpreendente. “Sua cor a diferencia totalmente do que há no mercado e desperta às sensações e experiências que queremos proporcionar com o produto”, conta Taciana Ávila, gerente de portfólio de Skol. O produto chega às gôndolas e às casas noturnas de todo Brasil nas versões long neck (330 ml) e lata (269 ml).

Para anunciar o lançamento, vai ao ar a maior campanha já criada pela marca, que contempla filme gravado totalmente embaixo d´água, além de ações digitais inovadoras. 


Para saber mais sobre a Skol Beats acompanhe:
Site oficial: www.skolbeats.com.br
Twitter: @skolbeats
Instagram: @skolbeats

Fonte: ad2m

Embalagem de cerveja inspirada na escala Pantone



“Beers Colors”
 é um projeto criado pela agência espanhola Txaber que classificou as cores de diversas estilos de cervejas seguindo as cores da escala Pantone.


E para isso, foram desenvolvidas embalagens especiais com as cores presentes na escala e correspondentes as cores de cada bebida. 
Por exemplo, se você quer saber a cor da cerveja Imperial Stout, basta ver que ela representa a cor preta 426 C.
Destaque para a fonte usada, chamada Hipstelvetica Font Family, que dá uma sensação de visão dupla, um dos sintomas de quem exagera na bebida. 
Abaixo você confere o resultado do projeto:





Fonte: comunicadores

Conheça o app que convida seus amigos para tomar uma cerveja


Desenvolvedores brasileiros criaram um aplicativo que tem só uma funcionalidade: chamar amigos para tomar uma cerveja. Chamado de Breja?!, o app é o mais simples possível. Ele manda apenas uma única de mensagem (“breja?!”) para o contato que o usuário escolher. Depois, a pessoa do outro lado recebe uma notificação e ouve o som de uma voz engraçada dizendo: “breja?!”.


O aplicativo foi inspirado no Yo, um outro programa que também manda apenas uma mensagem de “oi” (yo, em inglês) para os contatos. Em julho, o Yo atingiu a marca de mais de 2,2 milhões de usuários. No caso dele, a ideia é avisar o amigo de que o usuário está tentando falar com ele. O Breja?! usa o mesmo conceito, mas tem uma função mais específica de chamar as pessoas para se Lançado na terça-feira, 18, o Breja?! funciona apenas entre os amigos que têm o aplicativo, disponível apenas para iOS. Uma vez instalado, ele busca na lista de contatos as pessoas que também têm o app. A partir daí é possível escolher para quem o usuário quer mandar o recado. Quem recebe a mensagem pode responder com a mesma expressão. Mas para marcar horário e local do bar de verdade é preciso telefonar ou mandar uma mensagem para a pessoa por outros meios.

Os desenvolvedores dizem que, entre eles, muitas vezes o app é usado como brincadeira, para expressar um sentimento, quando dá vontade de ir para o bar, mas não é possível se encontrar (por exemplo, na hora do trabalho).
O app é gratuito e está disponível na App Store. Ele é compatível com dispositivos da Apple com iOS 7.1 ou superior.

Fonte: Infoabril

Brasil sediará pela primeira vez o Belgian Beer Weekend



O Brasil sediará pela primeira vez, no Rio de Janeiro, de 27 a 30 de novembro, no Centro de Convenções Sul América (Cidade Nova), o Belgian Beer Weekend Rio, um dos maiores eventos de cervejas belgas do mundo. Assim como acontece há 16 anos em Bruxelas, o evento - uma parceria com o governo da Bélgica - reunirá cerca de 40 cervejarias de diversas regiões, que apresentarão mais de 200 rótulos, muitos deles inéditos no Brasil, além de promover negócios, cultura, workshops e oferecer o melhor da gastronomia belga. 


Realizado há 16 anos na Grand Place, em Bruxelas, o Belgian Beer Weekend atrai anualmente cerca de 40 mil pessoas do mundo inteiro em busca de novidades do setor cervejeiro e novos sabores. Por isso, o idealizador Xavier Belga, conhecido como “o embaixador das cervejas belgas no Brasil”, espera um público de 25 mil pessoas, do Brasil e do exterior. “O perfil dos frequentadores em Bruxelas é de apreciadores de cervejas belgas, gente que está sempre em busca de novidades. 


Com o atrativo extra do Rio de Janeiro, acho que muitos amantes da cerveja da América Latina virão aqui também”, afirma ele. A Fobe Eventos, realizadora, reservou uma área de cinco mil metros quadrados de ambiente refrigerado no Centro de Convenções Sul América. As cervejarias terão estandes próprios e servirão generosas doses em copos de vidro a preços acessíveis a todos os bolsos. Entre elas, a Trignac de Vanhonsebrouck , com 12% de teor alcoólico, tripel envelecida em barril de conhaque. Para os amantes de vinhos, a pedida é a Alvinne Undressed, 6,9% de teor alcoólico, Vlaams bruin, envelhecida em barril de carvalho de Bordeaux. Parece um vinho. Já a T Gaverkopke trará sua Den Twaalf on tap Strong Dark Ale, com 12% de teor alcoólico. Enxaguadores de copos serão estrategicamente localizados em todo o ambiente. 


A Praça de Alimentação oferecerá harmonização de pratos à base de cerveja da popular comida belga, como os famosos moules e frites (mexilhões marinados na cerveja e a famosa frita belga, Brusselse waflel típico de Bruxelas, cuja massa leva cerveja) e Waflel de Liège, pizza com massa à base de cerveja , picadinho de carne cozido na cerveja, além de cinco tipos dos deliciosos croquetes de queijo com cerveja. Muitas novidades serão servidas nos food trucks, ou caminhões de comida. O bistrô servirá os pratos mais tradicionais de Bruxelas, entre eles moules e frites (mexilhões cozidos na cerveja com batatas fritas), Vlaams Stoofvlees (carne cozida por quatro horas na cerveja belga), Steak com molho de cerveja belga, vol-au-vent, todos acompanhados de fritas e uma cerveja. Claro, a sobremesa será preparada com o maravilhoso chocolate belga Callebaut, que apresentará cinco sobremesas no festival. 


Quem preferir fazer uma viagem completa pela gastronomia belga em ambiente exclusivo poderá fazer reserva na Brasserie do menu degustação, com entrada, prato principal e sobremesa, harmonizados com cerveja. Chefs belgas comandarão a cozinha. Em três auditórios, o público poderá participar de palestras e workshops com chefs de cozinha, cervejeiros, especialistas, escritores e proprietários de cervejarias, todos belgas, sobre harmonização, receitas de pratos preparados com cerveja, além de se aprofundarem na cultura e culinária belga. Um chef brasileiro ‘estrelado’ e um especialista em coquetéis à base de cerveja também estarão no programa. Produtos belgas como biscoitos, chocolates, cervejas e souvernir serão vendidos na loja do evento. 

No primeiro dia (27/11), a partir das 14h, profissionais do setor, convidados do Sindicato de Bares e Restaurantes do Rio de Janeiro (SindRio), participarão de um encontro de negócios, onde terão contato direto com os proprietários das cervejarias participantes, degustarão cervejas e poderão fechar parcerias e encomendas. Às 17h os portões são abertos ao público. 

Serviço Belgian Beer Weekend Rio 
facebook/belgianbeerweekendrio www.belgianbeerweekend.com.br 
Compras pelo Ingresso Rápido.com.br 
De 27 a 30 de novembro Quinta (27) das 17h às 23h. 
Das 14h às 17h o evento será fechado ao público, aberto somente para empresários do setor, compradores, representantes e importadores. 
Sexta (28) das 14h às 23h. Sábado (29) das 11h às 23h. 
Domingo (30) das 11h às 22h. 
Informações para a imprensa: Mediação Produções e Comunicação 
Paula Guatimosim (21) 99609-5417 (Vivo) / 98534-3453 (Oi) / 2552-0409

Fonte: Mediação Produções e Comunicação 

Breaking Bad vira cerveja



Após fazer sucesso na TV, a série Breaking Bad está prestes a conquistar um novo mercado: o de cervejas. Em parceria com a distribuidora Fox-Sony Pictures Home Entertainment, a loja Mr. Beer anuncia o lançamento de kits da bebida inspirada na saga do professor de química Walter White, personagem vivido pelo ator Bryan Cranston.  


 
Elaborada com lúpulos e maltes alemães, a cerveja W.W. possui sabor refrescante, com leve amargor e baixo teor alcoólico. O produto será vendido junto com o pack da temporada final da produção, que entrou no Guiness Book como a série mais bem avaliada por espectadores do site MetaCritic, uma das referências do segmento.   


Apenas 1500 unidades da edição especial serão comercializadas no Brasil. Os preços variam de R$ 99,00 a R$ 119,00, com entrega para todo o País. 

Beer Sommelier João Filho promove noite de degustação da escola alemã




O Beer Sommelier João Filho promoveu ontem no Grand Cru Fortaleza, mais um módulo do curso Mundo Cervejeiro. Na semana passada, o tema foi sobre as cervejas artesanais brasileiras, na noite de ontem viajamos pelas curiosidades e estilos da tradicional escola alemã


A noite começou com a degustação de uma German Pilsener, a BitbugerNo aroma e sabor notas de malte, mel e floral do lúpulo. Cerveja leve, refrescante, de final seco e levemente amargo.



Para harmonizar, a pedida foi um delicioso bolinho de bacalhau.


A segunda cerveja degustada foi a Benediktner, uma típica cerveja de trigo alemã que segue desde 1330 a sua receita original.


No aroma e sabor notas de malte, banana, cravo, fermento e especiarias. Na boca apresenta corpo médio com uma textura sedosa e média carbonatação. Para harmonizar, queijo Brie, com mel e amêndoas.



Para a terceira degustação da noite, uma versão escura das tradicionais cervejas de trigo, a Paulaner Dunkelweizen. No copo se apresenta turva, com uma coloração acastanhada, com uma espuma densa, consistente e cremosa.




No aroma e sabor notas de cravo, pão, caramelo e banana.
Para harmonizar, torta de banana.



Para finalizar a noite alemã uma Doppelbock, a Paulaner Salvator. Praticamente um pão líquido, essa cerveja foi criada pelos monges Paulaner para o período de jejum e se tornou a primeira Double Bock da história.

Cerveja de coloração vermelha escura , apresenta um pronunciado aroma de malte, nozes, café e um um leve amadeirado. Para harmonizar, Filé mignon ao molho Poivre com batatas gratinadas.
 

O mundo cervejeiro segue na próxima semana com a criativa escola cervejeira belga. 
Inscrições  e informações no Grand Cru Forltaleza
Av. Sen. Virgílio Távora, 665, Loja 1 - Meireles, Fortaleza - CE
Telefone:(85) 3055-7272

Eitabier promove noite de degustação da cerveja Deus



Ontem foi dia de viajar pela cultura cervejeira belga no Eitabier, numa noite de degustação guiada, com alguns estilos e rótulos clássicos da escola belga.

Degustação cervejas joão filho sommelier

O Sommelier de Cervejas João Filho começou a noite explanando sobre a história da escola cervejeira mais cultuada do mundo, partindo posteriormente para a degustação da Witbier da La Trappe.

La Trappe Witte joão filho sommelier

La Trappe Witte joão filho sommelier

Uma cerveja extremamente refrescante. Seu rótulo diz que é a única trapista blanche do mundo. No aroma e sabor, álcool quase imperceptível. Frutada, com notas de laranja e limão, coentro, cravo, trigo e leve sugestão de banana. Quase nada de amargor, leve acidez e leve dulçor.

Seguimos para a Delirium Red, uma fruit beer que leva em sua receita usa cerejas,suco de cerejas e suco do fruto do sabugueiro.


Cerveja delirium red joão filho sommelier

Cerveja delirium red

Cerveja que apresenta incríveis notas de frutas vermelhas, com destaque para cereja, além de um leve caramelo. Na boca, apresenta uma boa acidez e um amargor bem leve, o álcool é quase imperceptível, mas podemos sentir um leve esquentamento na garganta. Final adocicado e levemente seco.
Cerveja delirium red

A terceira cerveja da noite foi a Straffe Hendrik Tripel, uma cerveja que tem sua origem numa cervejaria tradicional de Bruges que fundada em 1856 e fiel às suas receitas até hoje.

Cerveja Straffe João Filho Sommelier

Cerveja Straffe
  
Cerveja Straffe

Uma cerveja de coloração âmbar e com uma leve turbidez. No aroma e sabor belas notas frutadas que lembram damasco e laranja, além de uma boa presença de notas de malte, condimento e lúpulo herbáceo em segundo plano. Na boca, apresentou um leve amargor, com o final adocicado e levemente seco.


Cerveja Straffe João Filho Sommelier

A cerveja DeuS Brut des Flandres foi escolhida para fechar a noite em grande estilo. Feita na Bélgica onde sofre a primeira e segunda fermentação. É levada então para a vinícola na França onde é adicionado o fermento para vinho, e onde repousará por muitos meses.

Cerveja Deus João Filho Sommelier

Para filtrá-la, a garrafa é rotacionada dia após dia até que fique na posição vertical. O pescoço da garrafa é então congelado e pela pressão da garrafa retira-se o fermento. Só então a cerveja estará pronta para consumo.

Cerveja Deus João Filho Sommelier

Seu aroma é extremamente complexo com notas de viníferas, hortelã, gengibre, , uva verde, abacaxi, coentro, pimenta-da-jamaica e cravo-da-índia. sabor da cerveja DeuS Brut des Flandres também é complexo, mas refrescante e delicado, não deixando transparecer sua graduação alcoólica elevada. Uma obra-prima!
Cerveja Deus João Filho Sommelier

A cerveja Deus foi harmonizada com uma deliciosa bruschetta coberta com queijo brie, presunto de parma, figo e mel, gratinada no forno, criação da Chef Raquel Cavalcante.


Cerveja Deus João Filho Sommelier

Mais Fotos do evento em aqui

Pesquisa diz que cerveja pode te deixar mais esperto



Sabe aquela desinibição que só uns copos de cerveja conseguem te dar? Ela também serve para apagar um pouco sua mania de “pensar muito” e liberar seu lado criativo.
Uma pesquisa da Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, convidou 40 homens, entre 21 e 30 anos, para provarem esta hipótese. Metade deles fez jejum por 4 horas e ficou sem ingerir álcool ou usar qualquer tipo de drogas nas 24 horas anteriores ao teste. Ao chegarem para o desafio, esses 20 homens comeram um biscoito (o tamanho variava de acordo com o peso do participante) e tomaram drinks de vodka com suco de cranberry. Tomaram, no total, o equivalente a 1 litro de cerveja.

Os outros
 20 participantes ficaram só com a parte chata: responderam aos exercícios, mas não beberam uma gota de álcool. Nem biscoitinho eles ganharam.
E ainda perderam nos testes de criatividade. Em uma das tarefas, cada pessoa recebeu três palavras (tipo colher, moeda, brinco). O desafio era acrescentar uma quarta que fizesse sentido no contexto (prata, por exemplo). Aí os que beberam levaram a melhor. Eles acertaram 40% a mais nestes testes e responderam mais rápidos: precisaram de 12 segundos, enquanto os sóbrios gastaram, em média, 15,5 segundos.
Isso porque o álcool diminui as atividades da memória ativa – é aquele conhecimento de fácil acesso no seu cérebro; é ela quem te faz entender essa sentença do início ao fim – e deixa mais vivo seu lado criativo. Com a memória ativa em baixa, a pessoa se distrai mais e se deixa levar por alguns “sinais” intuitivos, que seriam ignorados numa situação normal. Só não vale pedir para o pessoal alcoolizado fazer conta ou lembrar de coisas mais complicadas.
“A intoxicação moderada pode ser um caminho para deixar o estado de atenção mais favorável ao processo de criação”, diz o estudo.
Dá para até para abrir uma cervejinha para comemorar, não?

Corona clareia o dia para beber cerveja



Reunir-se com os amigos para tomar uma cerveja em um dia nublado não é a mesma coisa do que aproveitar a companhia debaixo de um lindo dia de sol. 


Com a proposta de estender as horas ensolaradas, a Corona transformou um outdoor em uma espécie de viseira, que direciona a luz do sol ao bar e evita as sombras que começam a aparecer com o passar do dia. 




A ação foi criada pela agência Zulu Alpha Kil, de Toronto, no Canadá. Não é a primeira vez que a cervejaria aproveita os fenômenos da natureza para uma campanha. Em 2013, uma iniciativa realizada em Nova York pela agência Cramer-Krasselt fez a lua crescente parecer um limão posicionado em cima da bebida que estampava um outdoor da marca. 
  


Fonte: .meioemensagem

Alemão bate recorde ao carregar 27 canecas de cerveja de uma vez só



O alemão Oliver Strümpfel estabeleceu um novo recorde mundial para o maior número de canecas de cerveja de 1 litro carregadas de uma vez. Strümpfel carregou as 27 canecas por uma distância de 40 metros, no sábado (7), em Abensberg, na Alemanha.




A disputa para definir um novo recordista do Guinness, livro dos recordes, contou com outro participante, mas os rival falhou. Michael Sturm não conseguiu repetir a proeza de Strümpfel. Segundo os organizadores, as 27 canecas de cerveja pesavam 62 quilos.

Fonte: G1