Pesquisa diz que cerveja pode te deixar mais esperto



Sabe aquela desinibição que só uns copos de cerveja conseguem te dar? Ela também serve para apagar um pouco sua mania de “pensar muito” e liberar seu lado criativo.
Uma pesquisa da Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, convidou 40 homens, entre 21 e 30 anos, para provarem esta hipótese. Metade deles fez jejum por 4 horas e ficou sem ingerir álcool ou usar qualquer tipo de drogas nas 24 horas anteriores ao teste. Ao chegarem para o desafio, esses 20 homens comeram um biscoito (o tamanho variava de acordo com o peso do participante) e tomaram drinks de vodka com suco de cranberry. Tomaram, no total, o equivalente a 1 litro de cerveja.

Os outros
 20 participantes ficaram só com a parte chata: responderam aos exercícios, mas não beberam uma gota de álcool. Nem biscoitinho eles ganharam.
E ainda perderam nos testes de criatividade. Em uma das tarefas, cada pessoa recebeu três palavras (tipo colher, moeda, brinco). O desafio era acrescentar uma quarta que fizesse sentido no contexto (prata, por exemplo). Aí os que beberam levaram a melhor. Eles acertaram 40% a mais nestes testes e responderam mais rápidos: precisaram de 12 segundos, enquanto os sóbrios gastaram, em média, 15,5 segundos.
Isso porque o álcool diminui as atividades da memória ativa – é aquele conhecimento de fácil acesso no seu cérebro; é ela quem te faz entender essa sentença do início ao fim – e deixa mais vivo seu lado criativo. Com a memória ativa em baixa, a pessoa se distrai mais e se deixa levar por alguns “sinais” intuitivos, que seriam ignorados numa situação normal. Só não vale pedir para o pessoal alcoolizado fazer conta ou lembrar de coisas mais complicadas.
“A intoxicação moderada pode ser um caminho para deixar o estado de atenção mais favorável ao processo de criação”, diz o estudo.
Dá para até para abrir uma cervejinha para comemorar, não?

Corona clareia o dia para beber cerveja



Reunir-se com os amigos para tomar uma cerveja em um dia nublado não é a mesma coisa do que aproveitar a companhia debaixo de um lindo dia de sol. 


Com a proposta de estender as horas ensolaradas, a Corona transformou um outdoor em uma espécie de viseira, que direciona a luz do sol ao bar e evita as sombras que começam a aparecer com o passar do dia. 




A ação foi criada pela agência Zulu Alpha Kil, de Toronto, no Canadá. Não é a primeira vez que a cervejaria aproveita os fenômenos da natureza para uma campanha. Em 2013, uma iniciativa realizada em Nova York pela agência Cramer-Krasselt fez a lua crescente parecer um limão posicionado em cima da bebida que estampava um outdoor da marca. 
  


Fonte: .meioemensagem

Alemão bate recorde ao carregar 27 canecas de cerveja de uma vez só



O alemão Oliver Strümpfel estabeleceu um novo recorde mundial para o maior número de canecas de cerveja de 1 litro carregadas de uma vez. Strümpfel carregou as 27 canecas por uma distância de 40 metros, no sábado (7), em Abensberg, na Alemanha.




A disputa para definir um novo recordista do Guinness, livro dos recordes, contou com outro participante, mas os rival falhou. Michael Sturm não conseguiu repetir a proeza de Strümpfel. Segundo os organizadores, as 27 canecas de cerveja pesavam 62 quilos.

Fonte: G1

Invicta comemora 3 anos e lança Bavarian IPA com flor afrodisíaca



Depois de seu último lançamento de aniversário, a 1000 IBU, conquistar os cervejeiros de todo o país graças ao seu amargor extremo, dessa vez é um ingrediente inusitado que chama a atenção. Turnera Diffusa, mais conhecida como Damiana, uma flor nativa da América Central, México, América do Sul e Caribe, é famosa por suas propriedades afrodisíacas desde que missionários espanhóis registraram que os índios mexicanos bebiam o chá da flor misturado com açúcar para aumentar a potência sexual. 


beer

Mas não foi só por isso que a cervejaria resolveu se utilizar do ingrediente.“Encontramos na flor algumas notas de aroma muito interessantes, com características que lembram algumas ervas e chás como camomila por exemplo”,diz Rodrigo Silveira, mestre cervejeiro da Invicta. 
A receita desenvolvida para esse lançamento foi uma India Pale Ale, estilo carregado de lúpulos (que também é uma flor e é o maior responsável pelo amargor e aroma das cervejas). Porém essa não é uma IPA comum. 

Classificada pela cervejaria como Bavarian IPA, a receita foi desenvolvida apenas com lúpulos alemães. Mais um motivo que chama a atenção para a cerveja, já que esse estilo é feito em todo o mundo quase que exclusivamente com lúpulos ingleses, americanos ou derivados. 

Para desenvolver esse lançamento, a cervejaria convidou a cervejeira e sommelier Amanda Reitenbach, que colaborou em todo o processo além de sugerir a criação de uma Bavarian IPA, que determinou na escolha dos lúpulos Perle e Hallertau além de Hallertau Mandarina e Hallertau Mittelfruh para Dry Hopping
O rótulo e comunicação foram criados por Bruno Couto e Yumi Shimada, dupla de designers do EuBeboSim.com que já havia trabalhado com a cervejaria nos lançamentos da Saison a Trois, 1000 IBU e 6 O’Clock.  
A partir do próximo mês o lançamento já estará disponível para matar a curiosidade dos lúpulomaníacos nos melhores bares e lojas cervejeiras do país.

Fonte: Focco Comunicação

Caipirinha de cerveja?! Saiba como fazer



Drinks que utilizam cerveja em sua receita não é novidade. Mas o que resultaria a misturássemos 
uma  cerveja com mais um ícone nacional, a caipirinha!


O canal 1 2 3, Cerveja! preparou este drink, que tem como diferencial uma cerveja do estilo IPA (India Pale Ale). Este estilo leva uma alta dose de lúpulo, que deixa a cerveja com um amargor característico, perfeito para equilibrar o sabor adocicado da caipirinha. 

Resultado: um drink diferente, refrescante e delicioso.

Quer aprender como fazer a caIPArinha? Então assista ao vídeo:

Plágio? Produto para gelar cerveja gera disputa entre brasileiros e americanos



Uma invenção que promete gelar a cerveja mais rápido virou motivo de acusações de plágio entre jovens empreendedores brasileiros e norte-americanos.
Trata-se de uma máquina que, semelhante a uma furadeira, é encaixada na lata da bebida e a faz girar dentro de um cooler com gelo. A promessa é que, por conta da troca rápida de calor entre o objeto e o ambiente, a cerveja fique gelada em até dois minutos.

 A briga, no entanto, começou quando os brasileiros Rafael Schiavoni, de 26 anos, e Gustavo Moraes, de 25, lançaram uma campanha no site de financiamento coletivo Catarse em junho. O objetivo era arrecadar R$ 25 mil para investir no desenvolvimento do Super Cooler - como a invenção foi chamada por eles.

Mas os norte-americanos Trevor Abbott, de 22 anos, e Ty Parker, de 25, notificaram o Catarse e denunciaram que a novidade era um plágio do mesmo produto que eles lançaram em 2013, o qual denominaram de Spin Chill e já haviam iniciado as vendas.

Como já existiam outros produtos similares, a campanha dos brasileiros não foi suspensa e, na semana passada, eles conseguiram alcançar a meta para investir no produto, que deve ser vendido por R$ 135 a partir de outubro. A versão americana custa R$ 250.
Fonte: A Tarde

Abrindo cerveja com dinheiro?! Descubra como!


Existem infinitas formas de se abrir uma garrafa de cerveja, mas podemos dizer que essa daqui é pra quem tem dinheiro(hehehe). O melhor é que esse método também pode ajudá-lo a ganhar apostas como "Então, se eu abrir minha cerveja usando apenas uma nota de 10 reais, você paga minha cerveja?" 











Fonte: WikiHow

Infográfico: Como se cura uma ressaca ao redor do mundo

Existem muitas dicas de como se curar uma ressaca. Achamos um infográfico muito legal que mostra como se faz isso ao redor do mundo. Confira:



As 10 marcas de cerveja mais valiosas do mundo em 2014



A Bud Light é a marca de cerveja mais valiosa do mundo em 2014, segundo relatório da consultoria de pesquisas de marketing Millward Brown

Com avaliação de quase 12,6 bilhões de dólares, o produto sustentou o posto de marca de cervejas mais vendida dos Estados Unidos, um dos únicos mercados do mundo dominados por cervejas light.
Confira o raking:
1. Bud Light  : US$ 12,580 bilhões
2. Budweiser: US$ 11,834 bilhões
3. Heineken:  US$ 8,670 bilhões
4. Stella Artois: US$ 8,237 bilhões
5. Corona: US$ 8,025 bilhões
6. Skol: US$ 7,055 bilhões
7. Guinness: US$ 5,014 bilhões
8. Águila: US$ 3,676 bilhões
9. Miller Light : US$ 3,630 bilhões
10. Brahma: US$ 3,585 bilhões
Fonte: Exame

Casal experimenta 25 mil cervejasem 35 anos de casamento


Para que um relacionamento funcione por bastante tempo, dizem que não basta o amor: é preciso ter coisas em comum. E melhor ainda se esse interesse compartilhado for cerveja. É o caso de Ellie e Bob Tupper, que já provaram 25 mil cervejas diferentes em 35 anos de relacionamento e viagens.


A cerveja escolhida para celebrar a marca foi a Tuppers’ 25k, da cervejaria Lost Rhino, uma cerveja especial com 7,9% de teor alcoólico.O que começou como uma brincadeira de um casal que gosta de viajar por aí experimentando cervejas se tornou um verdadeiro feito! Afinal, se fizermos as contas, 25 mil cervejas diferentes em 35 anos é o equivalente a duas por dia. Todos os dias.


Entre cervejas com pimenta, cervejarias europeias e métodos de fermentação, o casal afirma que a melhor cerveja que já tomaram foi a Thomas Hardy Vintage Ale, um vinho de cevada produzido pela Eldridge Pope. Mas tendo experimentado 25 mil delas, será que é mesmo possível escolher uma só?

Fonte: hypeness