Crossroads celebra 18 anos e lança cerveja própria

Crossroads, considerado o melhor bar de rock e de música ao vivo de Curitiba/PR, comemora 18 anos de atividades em 2015. Para celebrar sua maioridade, a casa lança uma cerveja própria em edição limitada: a Crossroads Rock’n Roll Session Rye Pale Ale.
Aromática, leve e refrescante, mas sem perder a rebeldia do amargor, a Rock’n Roll foi pensada em parceria para refletir a personalidade do bar Crossroads. Sob consultoria do blog BarDoCelso.com, a receita foi idealizada e assinada pelos renomados cervejeiros da DUM Cervejaria, entre eles Murilo Foltran, com produção e know-how da Cervejaria Bastards.

“A Rock’n Roll foi pensada em cada detalhe, desde a vontade de se fazer uma cerveja comemorativa, até a definição de estilo, a primeira brasagem, ainda na panela, até sua produção em escala industrial”, afirma Alessandro Reis, proprietário do Crossroads. 
Após uma pesquisa que levou em consideração o bar, seu ambiente e o público frequentador, chegou-se a um estilo inovador e único: a cerveja do Crossroads é uma Session Pale Ale com centeio. Ou seja, além dos ingredientes bases da cerveja –água, malte, lúpulo e levedura – a Session Rye Pale Ale traz centeio em sua fórmula, o que dá picância ao conjunto. Já o nome “Session” remete a uma categoria de cervejas com baixo teor alcoólico (até no máximo 5% ABV) e que, normalmente, também têm características suavizadas, como corpo e amargor, em relação aos estilos de cerveja de qual derivam. 

“Depois de alguns encontros com os envolvidos no projeto, chegamos à definição do estilo: Session Rye Pale Ale. Uma versão suavizada de uma American IPA, com menos amargor, corpo e teor alcoólico, mas conservando todo o aroma dos lúpulos frutados e cítricos americanos. Além disso, ela leva uma boa parte de centeio, que lhe confere certa picância e textura sem igual. Tudo isso resultou num produto extremamente aromático, que lembra frutas cítricas e maracujá, com toques leves de malte e centeio, que dá a leveza, refrescancia e tornando-se um ótimo drinkability. Ficamos muito felizes com o resultado”, diz Murilo Foltran, da DUM Cervejaria.
Francisco Seegmueller, sócio da Cervejaria Bastards, revela que esse “toque de maracujá” da Rock’n Roll Session Pale Ale está relacionado ao tipo de lúpulo utilizado na receita. "A cerveja foi feita com apenas um tipo de lúpulo (técnica chamada de single hop), o Simcoe. De origem americana, é bastante frutado e cítrico, lembrando principalmente maracujá. Ele foi utilizado tanto para dar amargor quanto para dar aroma à bebida. Para chegar no resultado desejado, a cerveja passou também pelo processo de dry-hopping, que é a inserção de lúpulo no final do processo de produção, durante a maturação da cerveja, para adicionar ainda mais notas aromáticas", explica.

Além do gosto marcante, a Rock’n Roll também é visualmente impactante. O design da garrafa traz, no gargalo, a icônica logo do bar aniversariante. Já o rótulo abusa das cores preta e amarela em sua composição e apresenta lettering que remete ao estilo musical referência do Crossroads, além de grafismos  que representam o malte de cevada, principal ingrediente da cerveja.
“Uma parceria de sucesso foi estabelecida desde o início do projeto, que culminou em uma cerveja que tem tudo a ver com o estilo musical no qual o Cross é especialista, o rock’n roll”, Luis Celso Jr., sommelier de cervejas do BarDoCelso.com.
A Crossroads Rock’n Roll Session Rye Pale Ale tem produção limitada, e estará disponível no Crossroads até esgotarem os estoques.


Soul Gourmet promoverá oficinas de degustação de cervejas



A Soul Gourmet e o Beer Sommelier João Filho convidam você para degustar deliciosas cervejas das principais escolas do mundo, harmonizadas com as criações gastronômicas do Chef Verilo Sampaio. Serão 6 módulos, nas tardes de sábados em agosto e setembro. Boas cervejas, cultura e ótimas harmonizaçõe, sem dúvida uma combinação perfeita para o sábado. Reúna os amigos e inscreva-se. As vagas são limitadas.


Confira as datas e agende-se:


Maiores informações:
(85) 3032.6767
Soul Gourmet
Av. Edilson Brasil Soares, 100. Fortaleza CE.

Heineken cria fechadura que só abre a porta com a garrafa de cerveja



A Heineken, que é patrocinadora oficial da UEFA Champions League, lançou uma ação inovadora na edição 2015 do campeonato. A final da UEFA, que acontece no dia 06 de junho (sábado), movimenta milhares de admiradores de futebol que se preparam para assistir ao jogo reunindo os amigos em casa. E a marca quer ajudar alguns fãs do produto e do campeonato, garantindo que o “evento” seja tão Premium quanto a partida.


Por isso, desenvolveu uma exclusiva fechadura eletrônica, com um leitor óptico que só abrirá a porta da casa com o código de barras de uma Heineken: a Heineken Door Lock.
A campanha, criada pela W+K São Paulo, começou a ser veiculada onte, dia 20, e convidará os interessados a cadastrar seus eventos – encontros com os amigos em casa para assistir à final – no hotsite da ação. A mecânica: um número de sorteio será gerado a cada pessoa confirmada em cada um dos eventos.



Quanto mais confirmados, maior a chance de ganhar. No dia 27 de maio, serão sorteados cinco números. Os criadores dos eventos que tiverem dentre os seus números de sorteio um dos números sorteados receberão a instalação da fechadura hi-tech em suas casas. Serão cinco fechaduras para todo o Brasil e os ganhadores poderão ficar com a fechadura ou pedir para que seja desinstalada.


Fonte: Comunicadores

Canal Sexy Hot faz 18 anos e ganha cerveja


Canal Sexy Hot faz 18 anos e ganha cerveja   Para marcar a maioridade, o Sexy Hot lançou a própria cerveja. O canal desenvolveu um lote em parceria com a cervejaria artesanal Verve, do Rio de Janeiro. A bebida, com teor alcoólico de 6,9%, foi batizada Sexy Hot e está sendo distribuída a parceiros do canal. O rótulo e arte do kit de cervejas e taças foi desenvolvido pela agência Buurt. 




Invicta lança nova marca e se prepara para o Festival Brasileiro da Cerveja



Durante o mês de março acontece na cidade de Blumenau o Festival Brasileiro da Cerveja, um dos maiores e mais importantes do país, que reúne as principais cervejarias do Brasil e apresenta mais de 600 rótulos ao público. Não por acaso, a Cervejaria Invicta de Ribeirão Preto escolheu o evento para lançar as grandes novidades da casa: uma nova marca, a reformulação de todos os rótulos e o lançamento de uma grande aposta: a Transatlântica Brett.

Sobre a nova marca 
O nome Invicta, surgiu para homenagear uma cultura cervejeira que estava cada dia mais forte no nosso país. Agora, no ano em que completa seus primeiros 4 anos, a cerveja brasileira se mostra mesmo invencível, forte e a Invicta tem orgulho de celebrar essa história com uma reformulação completa na sua marca e comunicação.

“Desde o nosso nascimento a cervejaria cresceu muito e as nossas receitas sempre carregadas de força e personalidade pediam uma nova marca, mais moderna, mais forte, que mostrasse melhor qual a filosofia por trás do nosso trabalho”, afirma Rodrigo Silveira, mestre cervejeiro e proprietário da Invicta. Todo esse plano de mudanças teve uma semente plantada em 2013, com o lançamento da Imperial IPA 1000IBU, um dos rótulos de maior visibilidade da cervejaria, eleita pelo Ratebeer como melhor cerveja brasileira em 2014 e que foi um divisor de águas na história da Invicta.

O soco estampado nesse rotulo foi um sucesso e teve criação da ilustradora Yumi Shimada e do designer Bruno Couto, que ao lado dos também designers Edu Marques e Vanessa Carpanezi foram convidados a desenharem a nova logomarca. 
“Nós queríamos trazer para a marca algo que representasse a personalidade da cervejaria. Depois de quebrar a cabeça surgiu a ideia mais óbvia e acertada: O soco seria o novo ícone da marca” comenta Bruno Couto.

Os novos rótulos
 Junto com o novo logo também surgiu a necessidade de redesenhar os rótulos da cervejaria.
 
Depois da 1000IBU foi lançada a Damiana (Bavarian IPA), a Six O’Clock (American IPA), a Oberkorn (Oktoberfest) e a 108 (Imperial Stout), todas com o mesmo caminho gráfico. “Essas cervejas passaram a se destacar dos nossos primeiros lançamentos, que eram cervejas tão incríveis e com tanta personalidade quanto elas. Então, junto com reformulações em algumas receitas, demos nomes e caras novas também para as nossas primeiras cervejas”explica Rodrigo.
Assim nasceram a Black Cat (India Black Ale), Boss (Imperial IPA), Hellbeirão Pils (German Pilsener) e Iniciação (Weizen Bier).


Lançamento Transatlântica Brett.
Para comemorar todas as mudanças, Rodrigo Silveira convidou dois amigos para uma receita colaborativa ousada. O alemão Sebastian Mergel (Bierfabrik) e o belga Sebastien Morvan (Brussels Beer Project) desembarcaram em Ribeirão para um desafio: produzir uma cerveja fermentada com Brettanomyces, a icônica levedura selvagem, e maturada com Cajá, fruta tipicamente brasileira.
Assim surgiu a sour ale Transatlântica Brett, para brindar o novo passo dessa cervejaria que vai continuar lutando por uma cerveja brasileira mais forte e invencível.
         
Todas as novidades serão apresentadas em primeira mão no Festival Brasileiro da Cerveja, que acontecerá entre os dias 11 e 14 de março, em Blumenau (SC). E logo na sequência com distribuição nacional para bares, lojas e supermercados.
Acesse a página da cervejaria no facebook e fique por dentro das novidades:www.facebook.com/cervejariainvicta

Fonte:Focco comunicação 

Publicitários criam campeonato de cerveja artesanal entre agências



Algumas das principais agências do Paraná participarão, durante os meses de março e abril, do ‘Bera Lions - Copa Publicitária de Gelada Gurmê’, a primeira competição entre criativos no mundo das cervejas artesanais.  O nome do prêmio traz o apelido da bebida no estado: "bera".
Ao todo, 16 agências serão responsáveis por escolher insumos que definirão o estilo, sabor e aroma de suas cervejas, além de criarem nome e rótulo dos produtos. Tudo isso com a supervisão e conselhos de um mestre cervejeiro. A competição é uma iniciativa da Asteroide Filmes e faz parte das comemorações dos cinco anos da produtora.


Nas primeiras semanas de março, as equipes produzirão suas cervejas no Hop'n Roll Beer Club, uma das principais cervejarias de Curitiba. Após isso, as bebidas ficarão em processo de fermentação e maturação, trancados à sete chaves. No dia 13 de abril, o júri formado pelos atores Alexandre Nero e Vera Holtz; Juliano Mendes, fundador da Eisenbahn; Sergio Silbel Reis, um dos maiores nomes da publicidade no Paraná e do Brasil, e Luis Celso Jr, colunista-cervejeiro do jornal Gazeta do Povo, terão a missão de escolher a equipe vencedora.

 "A ideia é fazer uma grande confraternização entre algumas das maiores agências do nosso estado e alguns clientes da Asteroide. A cerveja é uma paixão nacional e aproveitamos a onda artesanal. Agora é esperar quem será a grande vencedora para realizar competições no mesmo formato com agências e clientes de outros estados do Brasil. Em São Paulo será o ‘Breja Lions’; no Rio, ‘Cerva Lions’ e, para os gaúchos, o ‘Ceva Lions’", explica Diogo dos Reis Ruiz, sócio e diretor executivo da Asteroide Filmes.

 As possibilidades de criação são muitas: desde American Pale Ale até English Ipa, passando por cervejas Red Ale, Porter e Stout. Tudo depende da criatividade de cada equipe. Os critérios de avaliação passarão pela apresentação do produto, a história do seu "líquido sagrado"; o aroma; o sabor, a sensação tátil causada na boca pela cerveja e o rótulo – a hora das equipes verem se nasceram para publicidade ou para serem cervejeiros. Ou, quem sabe, os dois.

Fonte: Adnews

Bodebrown lança a Tripel Montfort envelhecida em barricas de carvalho


Um dos grandes sucessos da Bodebrown, a cerveja Belgium Tripel Montfort ganha uma edição limitada, envelhecida por 12 meses em barricas de carvalho norte-americano, anteriormente utilizadas em vinhos Merlot, dentro da série “Wood Aged Series”.  Ela já pode ser adquirida no site da cervejaria – www.bodebrown.com.br – a partir desta quarta-feira (25/2). Vão ser produzidas apenas 3 mil garrafas, todas safradas, numeradas e com a assinatura dos irmãos Paulo e Samuel Cavalcanti, fundadores da premiada cervejaria curitibana. Com grande potencial de guarda, de até 10 anos, ela tem indicação de ser consumida a partir de 2019.  





Esta é a terceira criação da cervejaria dentro da “Wood Aged Series”. Antes da Tripel Montfort, a Double Perigosa e a Wee Heavy ganharam versão especial passando por diferentes tipos de madeira – respectivamente, barril de vinho cabernet sauvignon em carvalho e o da cachaça Weberhaus em amburana. Todas esgotaram rapidamente, com venda exclusiva pela internet. A Tripel, criada pela Bodebrown em homenagem ao cervejeiro belga Jacques Bourdouxhe, amigo e parceiro de brassagem dos irmãos Cavalcanti, faz muito sucesso nos eventos que a cervejaria participa, e por isso a expectativa é de grande procura. Sua receita original também já foi muito premiada. Entre outras medalhas, levou ouro no Mondial de La Bière do Brasil, no Rio de Janeiro, e prata no Australian Beer Awards, em Melbourne, Austrália.
Com 10 graus de álcool, a Tripel é uma cerveja balanceada, que leva cascas de laranja e possui baixo amargor. Ao passar pelas barricas de carvalho, usadas em vinhos da Serra Gaúcha, ganha corpo e estrutura, ideais para a guarda.

SÉRIE ENVELHECIDA
As cervejas desta série “Wood Aged Series” foram criadas pensando num consumo “sem pressa”, como conclui Cavalcanti. “São bebidas que podem ser apreciadas daqui a cinco, dez anos, bastando serem armazenadas em adega, a 12 graus centígrados”, explica. “São cervejas complexas e estruturadas, que vão ganhando sabor com o tempo”.
No site estão à venda em quatro opções de quantidades, todas com garrafas de 300 ml: uma garrafa a R$ 29,90, três garrafas a R$ 83,70, seis garrafas a R$ 161,40 e uma garrafa com taça de colecionador a R$ 89,90.

Fonte: FC Comunicação

Cerveja Desperados agita Fortaleza com a famosa “festa das cores”



Desperados, a cerveja com um toque de tequila, promove a segunda edição do festival Happy Holi em Fortaleza (CE), trazendo o melhor da música, entretenimento e arte urbana. Inspirado na tradicional festa indiana, o evento promete surpreender a cidade no dia oito de fevereiro, no Shopping Iguatemi, às 14h. Durante o festival, além da famosa “explosão de pozinhos coloridos”, o público poderá prestigiar uma série de ativações interativas da marca, além de ouvir o melhor da música eletrônica em um clima de muita alegria e descontração.



De acordo com Vanessa Brandão, gerente da marca Desperados, a participação no festival aproxima ainda mais a marca de seus consumidores, que são pessoas jovens, antenadas e sempre em busca de novidades. “O público de Happy Holi tem muito em comum com o nosso público e o festival tem o espírito jovem e alto astral da marca Desperados. Ficamos felizes de poder levar essa experiência às principais cidades do país. O nosso objetivo agora é ampliar o projeto e proporcionar um momento único, ousado e surpreendente para os participantes de todo o Brasil!”, comemora a executiva. Durante o evento, que terá oito horas de duração, a marca trará uma série de surpresas inusitadas ao público da festa, como Lounge exclusivo da marca, tatuagens temporárias e “Selfie nas Alturas”, onde os participantes poderão tirar fotos com uma vista privilegiada. As ativações farão os participantes curtirem ainda mais o festival, sentindo a essência #PartyInstinct da Desperados.



Já na entrada do evento, os participantes receberão pó de diversas cores, que serão distribuídas em saquinhos. A cada hora, um sinal convoca uma explosão de cores, quando todos os convidados lançam simultaneamente um punhado do material para o alto. O produto não é tóxico e também não mancha as roupas, uma vez que tem como base amido de milho com corante natural, e poderá ser misturado com água e usado como tinta. Criada na França, no ano de 1995, a bebida é vendida em mais de 80 países. O Brasil foi o primeiro país da América Latina a lançar Desperados, que já é comercializada em todo território nacional.

Serviço
Happy Holi Fortaleza – O Festival das Cores
Local: Shopping Iguatemi
Horário: 14h às 22hh
Abertura ao público: 08 de fevereiro, domingo, às 14h.
Entrada: Apresentação do ingresso

Fonte: Heineken

Budweiser vs Cervejarias Artesanais: Uma visão menos "beer chata" da coisa.



O comercial da Budweiser veiculado no último Super Bowl tem dado o que falar na cena cervejeira mundial.  A cervejaria que em novembro de 2014 foi ultrapassada pelas cervejarias artesanais em distribuição nos EUA, faz uma sátira as micro-cervejarias e aos apreciadores das cervejas artesanais. O filme publicitário começa falando do orgulho que a marca tem de ser uma cervejaria grande, mas aproveita para cutucar as milhares de micro-cervejarias espalhadas pelos EUA. 




A propaganda diz ainda que a cerveja da marca é produzida para ser bebida por pessoas que gostam de beber cerveja, não para ser mimada ou dissecada, e finaliza com a frase "Que eles degustem sua Ale de abóbora e pêssego".  Pronto bastou isso para que o sentimento de ódio tomasse conta dos corações de milhares de 'especialistas em cerveja" espalhados pelo mundo. Mas será que precisa disso tudo? Que tal deixarmos nossa paixão pela cerveja de lado e fazermos uma reflexão do ponto de vista publicitário?




No auge da emoção, acredito que muita gente deixou de atentar que, diferente da publicidade brasileira, os americanos sempre foram conhecidos nesta área pelos seus comerciais provocativos e diretos. A décadas é assim, isso faz parte da cultura deles,  quem pesquisar um pouquinho irá, por exemplo, achar inúmeras peças publicitárias onde a Pepsi tira onda com a Coca-Cola. Aposto que a maioria que assistir achará divertido, e no fim, não dificilmente teremos algum bebedor de Coca-Cola ficar com raivinha do comercial da Pepsi. 




E porque esse tipo de comercial não pode acontecer com a cerveja também?  Alguém realmente esperava um comercial onde eles falassem: "....as cervejas artesanais são bem melhores que a nossa, mas temos tradição e nossa é cerveja barata e refrescante"?  Na verdade eles foram completamente sinceros em sua propaganda, a Bud é para quem bebe por beber e não pra quem gosta de degustar cerveja. O comercial fala diretamente para esse público-alvo, consumidores das cervejas mainstream,  partindo em defesa de quem bebe sem maiores preocupações com aroma ou sabor. "Ah, mas era necessário, brincar com micro-cervejarias e os bebedores de cerveja artesanal?" Ai eu pergunto: quantas vezes nós falamos mal das grandes cervejarias e suas cervejas, ou criticamos e brincamos com um amigo que  não possui um paladar mais apurado para cerveja? 


No mundo dos negócios as marcas mais "espertas", aproveitam e fazem  "de um limão, uma limonada" entram na brincadeira e aproveitam para se promover com a polêmica. A Ninkasi, por exemplo, entrou na onda e partiu para o contra-ataque com uma paródia bem legal. 







O certo é que muitas pessoas não levaram a propaganda na esportiva, é compreensível, afinal para muitos cerveja artesanal é quase uma religião(da qual faço parte), mas tenho certeza de uma coisa, os milhões de bebedores de Bud acharam muito divertido(e eu também achei). E no fim,  apesar das sátira, o comercial acabou colocando as "craftbeers" no espaço publicitário de maior audiência do planeta, e possivelmente várias pessoas que não sabiam o que era uma cerveja artesanal já estão curiosas por provar uma "Ale de abóbora e pêssego".   

Aprenda como fazer um porta-vela cervejeiro




Que tal um porta-vela com uma pegada cervejeira para decorar todos os cantos da sua casa?



Materiais
Para cada porta-vela você precisa de 1 lata de  cerveja;
Uma régua para medir;
Um estilete;
Tinta de spray de cores de sua preferência;



Procedimento
O primeiro passo é obter uma lata e lavar bem. Então, usando a régua e o estilete, corte na vertical, tome muito cuidado para não cortar ou quebrar a lata mais do que indicado. Em seguida, esmague um pouco. Se desejar você ainda pode finalizar seu porta-vela com tinta em spray de cor que você gosta.
 Tudo pronto, basta colocar um pequena vela e escolher o local que você deseja iluminar.

Fonte: Manualidades Reciclables